terça-feira, 17 de setembro de 2019

POESIA - MAR DE ARAL - THIAGO LUCARINI

Lágrimas destituídas do sal
São águas quaisquer sob o Sol
Alheias ao que de mim
Faz parte daquele eu fulcral.
Meus olhos secos de sorrisos
São como o mar de Aral,
Roubado de si, transposto, tóxico,
Desértico e salino de feições e afeições.
Sou mar, morto.

POESIA - ÁRVORE - THIAGO LUCARINI


Meus pés são raízes
Meu coração é fruto
Da árvore que sou.
A cabeça é copa,
Suporte pra corda,
Cadafalso, mas também
Flores, recomeço, alguma cor.
Sou árvore de ninhos e ciclos,
E a minha sombra pode ser
Descanso ou rasteira serpente,
Claro, que isso depende
De quem sentar embaixo.

sábado, 14 de setembro de 2019

POESIA - VESÚVIO - THIAGO LUCARINI


Meu mundo, Vesúvio,
Intermitente despejo
Sobre meus olhos frios.
Chove cinzas secas
Cobrindo toda a cor
Que faz de mim, vida.
Chove cinzas e por elas
Serei arrastado e no teu útero
Estéril serei parte esquecida
De tudo aquilo que queimou.

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

POESIA - JAMAIS CHUVA - THIAGO LUCARINI

Cai de mim
Águas que jamais
Foi chuva.
Escorrem pelo meu corpo
E estranhamente não floresço,
O que derramo, desmancha
E nunca frutifica.
E se por acaso nasce flor
É estéril.

POESIA - NOTURNO - THIAGO LUCARINI

Sou noturno
Feito de silêncio e escuridão
E estrelas frias.
Brilho numa abóbada qualquer
Não preciso de céu
Para ser noite, sombra, o outro,
Parte inteira deste todo
Eu noturno.

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

POESIA - CAVALO DE BARRO - THIAGO LUCARINI


IMAGEM: Olga Tereshenko

A força do cavaleiro reside
No dorso do seu cavalo,
Enquanto, o poder maior
De Deus é ser Ele mesmo
Sem precisar verbalizar razão
A sua imagem feita de espelho cru.
Desnudado Deus da sua capa dourada
É revelado de barro, o homem.
Homem que é cavalo.

terça-feira, 13 de agosto de 2019

POESIA - VIDA DE CÃO - THIAGO LUCARINI


Sem orgulho
E de barriga vazia
Eu te procuro
Como um cão
Atrás de restos de comida.
Sou cão que sabe dos riscos
Da vida descartada e vencida
Mas que prefere a disenteria,
A morrer de solidão.